Header Ads




Homem que atacou companheira a facadas na comunidade São José é condenado a 25 anos de prisão

Ingrid Silva de Sousa tinha apenas 18 anos. Ela estava com o filho, um bebê de 8 meses no colo quando foi atacada. Ela morreu no dia seguinte ao crime.
Wallace Diego vivia com Ingrid Silva de Sousa há cerca de um ano. Ele foi condenado por feminicídio — Foto: Reprodução/O Impacto

Foi condenado a 25 anos de prisão em regime fechado, em sessão do júri populares nesta segunda-feira (14), Wallace Diego Correa da Silva, pela morte da jovem Ingrid Silva de Sousa, de apenas 18 anos. O crime aconteceu na noite do dia 27 de dezembro de 2020, após o casal retornar de um passeio do município de Belterra, no oeste do Pará.

A vítima recebeu ao menos quatro perfurações de faca. Segundo testemunhas, ela foi atacada em meio a uma briga do casal, quando segurava no colo o filho de penas 8 meses, fruto de outro relacionamento. O crime teria sido motivado por ciúmes.

Ingrid ainda chegou a correr para a casa de uma amiga na tentativa de escapar de Diego, mas ele conseguiu entrar no imóvel e ainda feriu a jovem mais uma vez, fugindo em seguida. Ela foi socorrida e levada ao Pronto Socorro Municipal onde foi submetida a procedimento cirúrgico, mas devido à gravidade dos ferimentos, faleceu no dia seguinte.

O caso foi registrado na Seccional de Polícia Civil. A prisão preventiva de Diego foi decretada pela justiça, mas ele estava foragido. Até que no dia 13 de janeiro deste compareceu à Seccional para se apresentar espontaneamente.

Os jurados acataram a tese da acusação, de homicídio qualificado por motivo torpe, tortura, meio que dificultou a defesa da vítima e feminicídio.

Fonte G1 Santarém 

Nenhum comentário