Header Ads




Caso Matteo: laudo de levantamento de local de crime com cadáver aponta para execução, diz advogado

Segundo o advogado da família de Matteo, Rômulo Santos, ainda de acordo com o laudo, o último tiro foi dado com a arma encostada no crânio da vítima.
Na primeira foto, Matteo com Raquel Travassos na comemoração do aniversário dele; na segunda, Raquel — Foto: Reprodução/Facebook

Em entrevista à Tv Tapajós na manhã desta quarta-feira (25), o advogado da família de Matteo Lima dos Santos, de 25 anos, informou que já foi anexado ao inquérito policial que apurou as circunstâncias da morte do jovem de 25 anos, ocorrida em 21 de junho deste ano, o laudo de levantamento de local de crime com cadáver. Segundo o advogado Rômulo Santos, o laudo apontou que a vítima foi executada.

“Dos laudos já juntados, o de levantamento de local de crime com cadáver é bem completo, com conclusão enfática de que o crime se deu mediante execução, haja vista que foram tiros a curta distância, inclusive com o último tiro dado com a arma encostada no crânio da vítima. O único laudo pendente é o de necropsia, que está sendo elaborado pelo CPC Renato Chaves. O que não impede que seja proposta a ação penal, para depois ser juntado o laudo pendente”, disse Rômulo Santos.

Para o advogado que é primo da vítima, o inquérito já tem elementos mais que suficientes para que o Ministério Público do Estado do Pará possa ação penal contra Raquel Silva Travassos, de 21 anos, apontada pelas investigações como autora dos tiros que mataram Matteo. Na época, o casal que namorava há alguns meses havia rompido e a não aceitação do fim do relacionamento teria motivado Raquel a praticar o crime.

Raquel foi presa em flagrante, mas no dia 14 de julho, obteve o benefício da liberdade provisória em decisão proferida pelo juiz Gabriel Veloso, titular da 3ª Vara Criminal da Comarca de Santarém. O benefício foi concedido em razão de "vícios" no inquérito policial, segundo o juiz. O Ministério Público havia devolvido o inquérito à Justiça com solicitação de novas diligências.

De acordo com o advogado Rômulo Santos, as diligências foram realizadas, mais de 10 testemunhas foram ouvidas e três laudos já foram juntados ao inquérito policial.

Nesta quarta-feira (24), encerra o prazo para que o Ministério Público proponha ação penal contra Raquel Travassos ou solicite novas diligências. Caso seja oferecida denúncia, Rômulo Santos fará pedido para se habilitar como assistente de acusação.

“Nós queremos nos habilitar como assistente da acusação e trabalhar para que justiça seja feita e não haja impunidade nesse crime”, disse Rômulo Santos.

Outdoor colocado pela família de Matteo Santos para lembrar o caso e cobrar Justiça — Foto: Daniele Gambôa/Tv Tapajós

Quem também acompanha o caso de perto é o tio de Matteo, Lucivelton Ferreira, que também é delegado de Polícia Civil. Segundo ele, a família aguarda a manifestação da Justiça.

“Já tem mais de dois meses que aconteceu essa triste tragédia, porém nós estamos aguardando manifestação da justiça. A família colocou outdoor na cidade pra que isso fique na lembrança de todos, afinal de contas aconteceu com a minha família, mas podia ter acontecido com qualquer família uma tragédia como essa. Hoje temos uma sensação de injustiça pelo fato da autora estar solta, mas aguardamos a manifestação da justiça quanto ao andamento processual”, pontuou.

O Ministério Público informou que o inquérito policial referente ao caso Matteo Santos foi remetido ao órgão e encontra-se em análise pela 4ª Promotoria de Justiça, que fará o encaminhamento dentro do prazo legal.

O crime

Matteo Santos, 25 anos, foi morto com três tiros de pistola pela própria namorada identificada como Raquel Silva Travassos, 21 anos, no fim da manhã do dia 21 de junho, no apartamento onde morava nos altos de uma loja de material de construção localizada na avenida Cuiabá entre as avenidas Plácido de Castro e Borges Leal, no bairro Caranazal, em Santarém, oeste do Pará.

Vizinhos acionaram a polícia e Raquel foi presa no local. A pistola .40 usada no crime pertence ao pai da jovem, um policial militar da reserva. Naquele dia, Raquel saiu de casa dizendo que ia procurar trabalho. Antes de chegar ao apartamento onde Matteo Morava, chegou a postar vários vídeos em suas redes sociais cantando músicas que falavam em perdas, relacionamentos rompidos. Fez também uma declaração de amor a Matteo e postou várias fotos do casal.

*Colaborou Daniele Gâmboa, da Tv Tapajós

Fonte G1 Santarém 

Nenhum comentário