Header Ads




Bolsonaro chama Moraes de 'canalha' em discurso na Avenida Paulista

Crédito: Reprodução/Twitter

Em discurso para milhares de manifestantes na Avenida Paulista, em São Paulo, nesta terça-feira, o presidente Jair Bolsonaro teceu duras críticas a “um ministro” do STF, referindo-se a Alexandre de Moraes. Sem citar o nome do ministro, Bolsonaro foi enfático: “ou esse ministro se enquadra ou pede pra sair“. O chefe do Executivo também criticou as urnas eletrônicas, enfatizando que não participará de “uma farsa” em 2022, referindo-se ao sistema eleitoral do Brasil.

Em seguida, Bolsonaro pediu a saída do ministro Alexandre de Moraes, do STF. “Sai, Alexandre de Moraes. Deixa de ser canalha“, disse o chefe do Executivo. Bolsonaro acrescentou que Moraes “tem tempo de arquivar seus inquéritos“, em referência à investigação envolvendo atos antidemocráticos que prendeu apoiadores do presidente. Bolsonaro ainda repetiu que “só Deus” o tira da cadeira de presidente da República.

Ele finalizou deixando claro que não aceitará mais determinações judiciais de Moraes: “Alexandre de Moraes, esse presidente não mais cumprirá. A paciência do nosso povo já se esgotou", e completou: “Não vamos mais admitir que pessoas como Alexandre de Moraes continue a açoitar a nossa democracia e desrespeitar a nossa constituição. Ele teve todas as oportunidades de agir com respeito a todos nós, mas não agiu dessa maneira como continua a não agir.”

Com informações do Portal Renova Mídia

Nenhum comentário