Header Ads




Peixes criados em cativeiro não provocam 'doença da urina preta', diz Associação Brasileira de Piscicultura


Crédito: Reprodução/Agência Pará

A Associação Brasileira de Piscicultura divulgou nesta terça-feira, 14, uma nota informando que as espécies de peixes que foram proibidos devido aos casos confirmados pela Urina Preta, não fazem mal para a saúde humana se forem criados em cativeiros.

No Pará, há seis casos suspeitos da doença, quatro no oeste do estado, um em trairão e recentemente um caso suspeito em Belém.

Segundo a nota, o pesquisador Roger Crescêncio, da Embrapa, disse que não há nenhum registro de caso da doença de Haff que tenha como origem os peixes de cultivo. “A piscicultura é industrial e verticalizada, seguindo a legislação e as boas práticas.”

Em um trecho da nota, a associação alega que as pisciculturas são mais seguras do que os peixes de origem desconhecida. Veja!

Fonte Roma News 

Nenhum comentário