Header Ads




Setembro Amarelo: HMS realiza escuta psicológica com colaboradores

HMS realiza programação em alusão ao Setembro Amarelo
Os colaboradores do Hospital Municipal de Santarém Dr. Alberto Tolentino Sotelo (HMS) participaram durante três dias de plantões psicológicos realizados pelo setor psicossocial da Unidade em parceria com a liga de psicologia do Instituto Esperança de Ensino Superior (Iespes). A ação encerrou hoje, 15 de setembro, e aconteceu como parte da programação que aborda a temática alusiva ao ‘Setembro Amarelo’, mês da Campanha de Prevenção ao Suicídio e Valorização da Vida.

No total, 30 colaboradores do HMS participaram das mini-sessões, que foram conduzidas por acadêmicos do último ano de psicologia. Os colaboradores foram divididos para receber atendimento nos três dias, entre 9h às 11h da manhã e à tarde das 15h às 17h.

A psicóloga da Unidade, Ariane Macêdo observa que os profissionais estão realizando a escuta para falar de assuntos que lhe trazem angústia e descontentamento. Ela explica que não é não é uma consulta, e sim uma forma de acolher quem precisa ou quem não consegue conversar com pessoas próximas.

"Eu vou receber um relato dos acadêmicos dentro da ética pertinente a profissão, e caso necessário, o colaborador será encaminhado para uma consulta com especialista. É um momento para incentivar os profissionais a falarem dos sentimentos, a fim de prevenir o diagnóstico de qualquer doença mental", disse Ariane.

Para ela, os sentimentos como ansiedade e depressão podem representar danos à saúde, por estarem vinculados às frustrações e angústias geradas pela ausência de projeção futura de pequeno, médio e longo prazo, o que aumenta a incerteza e o nível de ansiedade, afetando diretamente a qualidade de vida, sono, oscilações constantes de humor, alteração e reflexos alimentares.

"O projeto da escuta psicológica vai se tornar fixo, ou seja, os colaboradores terão um dia na semana para conversar com especialistas da área", concluiu a psicóloga.
Legenda da foto: Iniciativa busca incentivar profissionais a falarem dos sentimentos.

Segundo a diretora geral do Hospital, Christiani Swchartz, caso a equipe do psicossocial identifique algum colaborador com sinais de doença mental, deverá comunicar para que receba ajuda especializada com todo apoio da gestão.

A programação do Setembro Amarelo começou dia 6 de setembro com a entrega de panfletos e orientações para pacientes e acompanhantes do Hospital Municipal e encerra amanhã, 16 de setembro, com a entrega de cartões da gratidão para a equipe de plantão. A fachada do PSM ficará iluminada até o dia 20 deste mês.

Dados gerais sobre suicídio

Cerca de 13 mil pessoas cometem suicídio, anualmente, no Brasil conforme os dados do Fórum Brasileiro de Segurança Pública. Segundo a Organização Mundial da Saúde, mais de 800 mil pessoas cometem suicídio no mundo, sendo a maioria jovens com idade entre 15 e 29 anos.

Se por um lado muitas vidas são encerradas, por outro, milhares recebem ajuda e conseguem reverter a situação com o apoio de familiares, amigos e profissionais de psicologia e psiquiatria.

Blogdocarpê 

Nenhum comentário