Header Ads




Comitê de crise aprova retomada do toque de recolher em Santarém até o fim do bandeiramento

Circulação de pessoas só poderá ocorrer até às 21h59. Toque de recolher vai durar pelo tempo em que a região estiver na bandeira vermelha.Município de Santarém, no oeste do Pará — Foto: Agência Santarém/Divulgação

Em reunião realizada na manhã desta segunda-feira (18), no Centro de Informações Ambientais (Ciam), o Comitê de Gestão de Crise para Enfrentamento da pandemia de Covid-19, de Santarém, oeste do Pará, decidiu que o Toque de Recolher será retomado no município para restringir a circulação de pessoas. Ficará proibida a circulação de pessoas de 22h às 5h, exceto nos casos previstos no decreto municipal que será publicado pela Prefeitura de Santarém.

O Toque de Recolher deve se estender pelo tempo em que a região do Baixo Amazonas estiver na bandeira vermelha, que é o alto risco para contágio da Covid-19 e o aumento da ocupação de leitos.

Quanto às atividades econômicas não essenciais, deverão funcionar de 09h às 15h, de segunda a sábado, nesse item se enquadra o comércio lojista. Os shoppings terão horário de funcionamento reduzido, de 12h às 20h. Já padarias e similares, açougues e mercearias de bairros poderão funcionar de 06h às 21h.

Casas veterinárias, lojas de material de construção, revenda de óleos e lubrificantes, fornecimento de peças e manutenção de bicicletas, serviços de fornecimento de artefatos de pesca, serviços de manutenção e fornecimento de baterias automotivas ou similares e demais atividades essenciais, devem funcionar de 08h às 18h.

Farmácias, clínicas, hospitais, laboratórios, pet-shop e demais serviços privados de saúde e postos de combustível não se enquadram na determinação, podendo funcionar em horário estendido.

O município soma até esta segunda-feira (18), 13.335 casos confirmados de covid-19, sendo que pessoas 12.537 estão recuperadas e 25 estão internadas. Desde o início da pandemia em Santarém, já foram registrados 485.

De acordo com boletim de atualização da Covid-19, Santarém tem 288 pacientes em isolamento domiciliar, e 2.689 pessoas sendo monitoradas por terem apresentado sintomas gripais característicos do novo coronavírus.

Sobrecarga de internações

Devido a sobrecarga nos sistema público de saúde devido a necessidade de internação de pacientes com sintomas mais graves da Covid-19, o prefeito Nélio Aguiar apresentou proposta do município para ampliação do número de leitos. A primeira opção seria alugar um hospital da rede particular (Hospital e Maternidade Irmã Dulce) e a segunda seria instalar leitos em uma escola cuja estrutura física ofereça suporte.

Vacinação em Santarém

Logo na abertura da reunião do comitê, o prefeito Nélio Aguiar informou que a vacinação contra Covid-19 em Santarém inicia já nesta terça-feira (19), no Centro do Idoso, para grupos prioritários. O momento deve contar com a presença do governador Helder Barbalho. Veja abaixo os grupos prioritários segundo o Ministério da Saúde:

1º - Trabalhadores da saúde, idosos a partir dos 75 anos e pessoas com 60 anos ou mais que vivem em instituições de longa permanência (como asilos e instituições psiquiátricas);
2º - Pessoas de 60 a 74 anos;
3º - Pessoas com as seguintes comorbidades: diabetes mellitus, hipertensão arterial grave, doença pulmonar obstrutiva crônica, doença renal, doenças cardiovasculares e cerebrovasculares, indivíduos transplantados de órgão sólido, anemia falciforme, câncer e obesidade grave.

*Colaborou Érique Figueirêdo, da Tv Tapajós


*Reportagem em atualização

Fonte G1 Santarém 

Nenhum comentário