Header Ads




Pará e mais seis estados devem receber 750 pacientes de Manaus

Os pacientes serão transportados pela Força Aérea Brasileira (FAB) ainda nesta quinta-feira, 14
Os pacientes serão transportados pela Força Aérea Brasileira (FAB) ainda nesta quinta-feira, 14 - Crédito: © Divulgação / Força Aérea Brasileira (FAB)

Após o colapso na saúde de Manaus, o Pará e mais seis estados devem receber 750 pacientes de covid-19 transferidos da capital da Amazônia, a pedido do Ministério da Saúde. O traslado deve ser feito ainda nesta quinta-feira, 14, pela Força Aérea Brasileira (FAB).

Piauí, Rio Grande do Norte, Goiás, Distrito Federal, Paraíba e Maranhão também receberão os pacientes. Espírito Santo, Rio Grande do Sul e Santa Catarina também ofereceram ajuda, informou O Antagonista.

Questionada, a Secretaria de Estado de Saúde Pública (Sespa) informou que no momento não há possibilidade de recebimento de pacientes de outros estados.

Colapso em Manaus

O sistema de saúde de Manaus está em colapso com aumento de casos e mortes por covid-19. Hoje, 14, médicos usaram as redes sociais para informar que alguns hospitais já estão sem oxigêncio para os pacientes em tratamento.

Uma ala inteira de pacientes internados no Hospital Universitário Getúlio Vargas, que está sem oxigênio, acabou morrendo, denunciou o pesquisador da FioCruz, Jessem Orellama.

Com essa situação instaurada, o governador do Amazonas, Wilson Lima, anunciou que vai adotar “toque de recolher” na capital Manaus, a partir das 19h de hoje. “Estamos decretando o fechamento de todas as atividades e circulação de pessoas entre as 19h e as 6h, exceto atividades e transportes especiais à vida”, disse o amazonense.

“Vamos ampliar algumas medidas de restrição. São medidas necessárias nesse momento e que, para alguns, podem parecer duras, mas estamos visando, acima de tudo, a proteção da vida das pessoas”, afirmou o governador.

Por Roma News 

Nenhum comentário