Header Ads




UPA 24 horas de Santarém passa a atender exclusivamente pacientes com Covid-19

A medida foi adotada após o aumento de casos de infecção pelo novo coronavírus, assim como a alta na taxa de internações hospitalares na UPA.
Unidade de Pronto Atendimento 24 Horas em Santarém, PA — Foto: Ascom UPA 24H/Divulgação

A partir das 12h deste sábado (16), a Unidade de Pronto Atendimento (UPA) 24H de Santarém, oeste do Pará, irá receber apenas pessoas com sintomas ou confirmados da covid-19. A medida foi adotada após o aumento de casos de infecção pelo novo coronavírus, assim como a alta na taxa de internações hospitalares na UPA.

A direção da unidade em conjunto com a prefeitura municipal de Santarém, definiram, na sexta-feira (15), a mudança no fluxo dos acolhimentos. O objetivo é disponibilizar mais leitos para internação. Quem não estiver recebendo tratamento para o novo coronavírus será redirecionado para o Hospital Municipal de Santarém Dr. Alberto Tolentino Sotelo.

O hospital se mantém atendendo casos leves, que não têm critério de internação. No entanto a prioridade é para pacientes com quadros moderados. “Foram disponibilizados neste primeiro momento mais 18 leitos, somando um total de 53 leitos. Desses, 46 são destinados à retaguarda clínicas e 7 são de suporte ventilatório para estabilização. Hoje tem 33 pacientes internados”, informou a secretária de Saúde, Marcela Tolentino.

A diretora geral do HMS, Christiani Schwartz, explica que o novo fluxo foi pensado para manter o atendimento de saúde para todos com total segurança. Ela afirma que mais dois médicos estarão nos consultórios da recepção, aumentando assim a retaguarda do atendimento de urgência e emergência. “Toda equipe já está alinhada para receber as demandas não Covid que antes iriam pra UPA. É importante ressaltar que nesse momento nós orientamos a população a procurar o Hospital se o caso for de urgência e emergência.Teramos 4 médicos na porta, além do médico da estabilização e os especialistas”.

Fluxo de atendimento


A UPA é referência no atendimento de pessoas com sintomas leves ou moderados da COVID-19 desde o início da Pandemia e atendeu em 2020 mais 70 mil pessoas com algum tipo de síndrome gripal.

O atendimento na Unidade para fluxo rápido se mantém com como estava, onde o paciente passa pela triagem, avaliação médica, exames laboratóriais e em alguns casos exames de imagens. O objetivo é que apenas pacientes com quadro moderado da doença e que apresentem dificuldade respiratória sejam internados.

Os casos graves serão inseridos no Sistema de Regulação do Estado (SER) com pedido de transferência para um hospital de alta complexidade após solicitação do médico.

O Hospital Municipal de Santarém manterá rigoroso o recebimento de paciente de outros municípios com outro tipo de patologia. "Só receberemos pacientes devidamente regulados pelo SER", finalizou Christiani.

Fonte G1 Santarém 

Nenhum comentário