Header Ads




Com 100% de ocupação dos leitos de UTI, Santarém deve começar a transferir pacientes

Crédito: Divulgação

A Secretaria de Estado de Saúde Pública (Sespa) confirmou neste sábado, 6, que o município de Santarém, no oeste do Pará, atingiu 100% de ocupação dos 44 leitos de UTI exclusivos para covid-19 no Hospital Regional do Baixo Amazonas. A unidade também está com 90% de ocupação de leitos clínicos.

A Sespa deve fazer transferência de pacientes para o Hospital Regional do Tapajós, em Itaituba, que está com 61,3% da ocupação de UTI e 72,2% nos leitos clínicos. Neste sábado foram solicitadas transferências para cinco pacientes, que já estão sendo regulados para o Hospital Regional do Tapajós.

Até este sábado, segundo a Sespa, foram realizadas sete transferências de pacientes da Unidade de Pronto Atendimento 24h de Santarém para o HRBA. Outros dois pacientes não puderam ser transferidos devido instabilidade do quadro de saúde, mas uma nova tentativa será realizada após a estabilização deles.

No boletim da covid-19 divulgado pela prefeitura de Santarém na noite de sexta-feira, 5, a taxa de ocupação dos leitos de UTI no município eram de 97,72%, com um leito ainda disponível no HRBA, os outros 43 estavam ocupados por 35 pacientes com diagnóstico para Covid-19 e 8 ainda sem resultado de exames. Haviam três pacientes à espera de transferência para o HRBA que é referência na região para tratamento de pacientes com covid-19. Uma transferência foi realizada neste sábado, elevando a taxa de ocupação da UTI para 100%. O município dispõe de 140 leitos clínicos exclusivos para Covid-19. Desse total, 121 estão ocupados (86,43%), 48 com pacientes com resultado de exames positivos para Covid-19 e 73 ainda em investigação.

Santarém já soma 14.484 casos confirmados da covid-19, 13.725 pessoas recuperadas, 534 mortes, 11.322 resultados negativos, 183 análises, 4.120 monitorados e 57.607 monitorados já recuperados. O municipio segue com bandeiramento preto (lockdown) desde o dia 30 de janeiro. O decreto entrou em vigor na segunda-feira, 1º, e por decisão do comitê de crise neste sábado, será prorrogado por mais sete dias.

Fonte Roma News 

Nenhum comentário