Header Ads




Em live, prefeito de Oriximiná anuncia suspensão de serviços não essenciais e proíbe venda de bebidas alcoólicas no município

William Fonseca disse que decreto será publicado nas próximas horas e passa a entrar em vigor após 48h da publicação.
William Foncesa (Delegado Fonseca), prefeito de Oriximiná — Foto: Geovane Brito/G1

O prefeito de Oriximiná, no oeste do Pará, anunciou em uma live em sua página na internet na manhã desta quarta-feira (10) a suspensão de atividades não essenciais no município, como medida de enfrentamento à pandemia do novo coronavírus, como determinou a Justiça em Ação Civil Pública movida pelo MPPA.

De acordo com William Fonseca, o decreto com regras mais rígidas de circulação de pessoas será publicado nas próximas horas e passa a vigorar a partir das 12h de sexta-feira (12) e segue até às 12h de quarta-feira (17).

O prefeito disse ainda que como forma de garantir que o decreto não seja “furado”, também vai proibir a venda de bebidas alcoólicas no município.

O município ainda não havia aderido as regras impostas pelo bandeiramento preto, mas na sexta-feira (5) a justiça determinou que Oriximiná decretasse o fechamento das atividades não essenciais pelo período de 15 dias.

A decisão foi proferida pelo juiz Ramiro Almeida Gomes que concedeu liminar em Ação Civil Pública movida pela Promotoria de Justiça de Oriximiná.

Fonte G1 Santarém 

Nenhum comentário