Header Ads




'Fica em casa para uns, para outros é Miami e Maracanã', ironiza Bolsonaro sobre Doria e Covas

Crédito: Foto Marcelo Camargo / Agencia Brasil

O comentário foi dito pelo presidente Jair Bolsonaro nesta segunda-feira, ironizando a presença do prefeito de São Paulo, Bruno Covas (PSDB), que esteve maracanã em meio à pandemia da covid-19. Covas foi ao estádio no Rio de Janeiro para assistir ao jogo entre Palmeiras e Santos, no último sábado, 30, pela final da Copa Libertadores da América. Apesar da capital paulista estar passando por uma série de restrições.

“Fique em casa para uns, para outros é Miami e Maracanã”, disse Bolsonaro, se referindo também ao governador de São Paulo, João Doria (PSDB), que no mês de dezembro do ano passado, foi a Miami, após endurecer medidas restritivas.

Mais uma vez, ele criticou as medidas de isolamento adotadas no Brasil e no mundo todo para conter o avanço da covid-19.

"Cada vez mais se comprova que a política do 'fique em casa' destrói a economia, inunda o Brasil de desempregados, vem inflação, aumento de preço, e não pode continuar culpando o presidente por esta política porque ela não é minha. O 'fique em casa' nunca foi e nunca será política minha", disse.

A declaração, foi feita à apoiadores do presidente em frente ao Palácio da Alvorada e transmitida em um canal na internet.

No domingo, Bruno Covas rebateu as críticas, por está de licença médica, ter ido ao Rio de Janeiro assistir ao jogo de futebol. Chamando as críticas de “lacração de internet” e “Hipocrisia generalizada”. O prefeito trata de um câncer na cárdia, localizada na transição entre o estômago e o esôfago, por isso está afastado a prefeitura desde de 19 de janeiro. Ele retorna à função nesta segunda-feira.

O prefeito foi criticado por deixar São Paulo em um momento de alta nos números dos novos casos e mortes pelo vírus. O jogo no último sábado teve a maior aglomeração, visto que as torcidas foram proibidas de frequentar os estádios neste momento de pandemia, para acompanhar as partidas de futebol profissional.

Rodrigo Maia

O presidente mais uma vez foi irônico, ao mandar um recado para atual presidente da Câmara rodrigo Maia (DEM-RJ), “Seja feliz, tudo acaba um dia. Meu mandato vai acabar um dia. Nós devemos nos prepara para este momento aí”, disse após ser questionado no jardim do Palácio da Alvorada. Maia e Bolsonaro iriam se encontrar nesta segunda-feira na sessão de volta aos trabalhos do Supremo Tribunal Federal (STF) mais deputado não compareceu.

Com informções Valor/ Roma News 

Nenhum comentário