Header Ads




Órgãos de segurança avaliam ações realizadas na primeira semana de lockdown em Santarém

Crédito: Agência Pará 

Para a Polícia Civil, a primeira semana do lockdown em Santarém transcorreu de forma tranquila. Para que o decreto fosse cumprido, várias incursões foram realizadas pelo órgão, inclusive a noite, como explica o delegado superintendente de Policia Civil do Baixo Amazonas, Jamil Casseb.

“Nessa primeira semana, nossas equipes estiveram nas ruas, orientando e fiscalizando os estabelecimentos comerciais para cumprir, tanto o decreto estadual, quanto o decreto municipal. Pela manhã, fazemos as vistorias, as orientações nesses estabelecimentos comerciais. Já pela noite, compomos várias barreiras por várias partes da cidade de Santarém. Temos observando que a população está começando a entender a gravidade da situação, está se esforçando para cumprir o que determina os os decretos estabelecidos; quanto aos estabelecimentos comerciais, eles estão se enquadrando nas determinações estipuladas, em Santarém, apenas alguns casos pontuais foram registrados, como por exemplo, no último final de semana, na comunidade de Pajuçara, onde uma festa estava sendo realizada sem a devida autorização. Os responsáveis pelo evento, foram identificados e levados para a 16ª seccional de Polícia Civil, fora essas situações pontuais, tudo corre em ordem”, afirmou o delegado Jamil Casseb.

Já em relação a circulação de pessoas, a Polícia Militar explica que ainda há uma certa resistência da população em atender o decreto em sua totalidade.

"Na primeira semana, observamos que ainda há muitas pessoas nas ruas. Mas, a partir do terceiro dia, começamos a notar uma discreta redução na circulação de pessoas e também de veículos. Entendemos que eram muitas permissões, muitas possibilidades da pessoa sair, com oficinas e auto peças abertas. De manhã o movimento é sempre intenso para uma cidade que está em lockdown, mas a tarde, esse movimento diminui. Porém, a circulação das pessoas nas ruas, ainda passa dos 30%", afirmou o coronel Maués.

Em Santarém, o decreto foi publicado no domingo (31) com o regramento que deve ser adotado pela população enquanto durar o bandeiramento preto na região do Baixo Amazonas. O comando Regional de Policiamento acredita que nesta segunda semana de lockdown a circulação de pessoas deve diminuir consideravelmente, uma vez que um novo decreto (619/2021) foi publicado pela prefeitura de Santarém no sábado(6), aumentando a restrição de circulação de pessoas, por exemplo: Alguns estabelecimentos que estavam com atendimento presencial, devem adotar também o funcionamento delivery, sendo:

► Lanchonetes e restaurantes – 6h às 22h;

► Floriculturas – De acordo com o alvará;

► Lojas de materiais de construção, elétricos, hidráulicos e pneumáticos – 8h às 17h;

► Lojas de peças de veículos leves e pesados – 8h às 17h;

► Lojas de peças para moto e bicicletas – 8h às 17h;

► Lojas de materiais escolar, livrarias e papelarias – 8h às 15h;

► Serviços de petshop (banho e tosa) – 8h às 17h;

Transporte - Prestadores de serviços de ônibus, táxi, mototáxi e de transporte de aplicativo devem exigir dos passageiros a comprovação da necessidade de locomoção.

Blogdocarpê com informações Agência Pará 

Nenhum comentário