Header Ads




Aeronave do Governo do Estado e irmãos de Toninho Sena seguem ao encontro do piloto que ficou desaparecido 36 dias

Mariana e Thiago Sena, irmãos de Toninho, seguiram em uma aeronave particular do aeroporto internacional maestro Wilson Fonseca, de Santarém, para acompanhar o resgate do piloto.
Helicóptero do Graesp pouco antes da decolagem no aeroporto de Santarém, no Pará — Foto: Zé Rodrigues/Tv Tapajós

Um helicóptero do Grupamento Aéreo de Segurança Pública (Graesp) do governo do Pará seguiu viagem por volta das 09h deste sábado (6) para a região de Almeirim, região oeste do estado, onde o piloto santareno Antônio Sena (Toninho), 36 anos, fez contato com um grupo de coletores de castanha após 36 dias do seu desaparecimento após decolagem do município de Alenquer no Cessna 210, prefixo PT-IRJ.

Mariana Sena e Thiago Sena, irmãos de Toninho, seguiram em uma aeronave particular do aeroporto internacional maestro Wilson Fonseca, de Santarém, para acompanhar o resgate do piloto que segundo relatos dos coletores de castanha, apresenta algumas escoriações e está bastante debilitado devido o tempo em que ficou perdido nas densas matas de Almeirim.

As primeiras informações são de que Toninho estaria sendo levado de bajara (canoa motorizada) do igarapé Puxuri, braço do Rio Paru, para a sede de Almeirim, para facilitar o resgate, uma vez que a área de castanhais onde ele pediu ajuda é de difícil acesso.

Toninho fez aniversário no dia 30 de janeiro. Naquele dia, uma aeronave da FAB e grupos de mateiros de Alenquer e Monte Alegre, juntamente com policiais civis e militares faziam buscas pelo piloto que decolou por volta das 12h do dia 28 de janeiro de uma pista de Alenquer com destino à pista de região garimpeira ainda nos limites de Almeirim com Laranjal do Jari (AP).

A expectativa é que o resgate seja realizado até o início da tarde de hoje, para que a equipe do Graesp e os irmãos de Toninho possam chegar com o piloto em Santarém até o fim da tarde deste sábado.
Piloto de avião Antônio Sena conhecido como Toninho Sena — Foto: Reprodução/Redes sociais

Reaparecimento

As primeiras informações de que Toninho Sena está vivo, 36 dias após o seu desaparecimento com a aeronave Cessna 210, prefixo PT-IRJ, surgiram na sexta-feira (5), após um telefonema para a mãe dele, Rolene Sena, que mora em Brasília (DF).

Do outro lado da linha a notícia que a mãe mais esperou desde o dia 28 de janeiro: "O seu filho Toninho pediu pra avisar que ele está vivo".

Fonte G1 Santarém 

Nenhum comentário