Header Ads




Bolsonaro: ‘Meu Exército não vai cumprir lockdown. Nem por ordem do papa’

Bolsonaro (sem partido) voltou a criticar as medidas de lockdown e toque de recolher e falou que os governadores estão matando a população
Crédito: Reprodução 

O presidente Jair Bolsonaro (sem partido) voltou a criticar as medidas de lockdown e toque de recolher para apoiadores na manhã desta sexta-feira (19/03). Em conversa em frente ao Palácio do Alvorado, o presidente afirmou que o “seu” Exército não iria ajudar governadores e prefeitos a manterem as medidas de contenção “nem por ordem do papa”

Em tom de ameaça, o presidente afirmou que “jamais decretaria lockdown”. “O meu Exército não vai para a rua para cumprir decreto de governadores. Não vai. Se o povo começar a sair de casa, entrar na desobediência civil, não adianta pedir o Exército, porque meu Exército não vai. Nem por ordem do papa. Não vai”, afirmou, exaltado.

Mais cedo, Bolsonaro afirmou que os chefes de Executivo locais estão “matando” a população. Ele citou a ação enviada ao Supremo Tribunal Federal (STF) contra o toque de recolher adotado por governadores dos estados da Bahia, Rio Grande do Sul e do Distrito Federal. No pedido, o mandatário quer que a Corte declare a inconstitucionalidade das medidas adotadas para evitar a disseminação da COVID-19.

Com informações via Estado de Minas

Foto: Divulgação

Nenhum comentário