Header Ads




Cerca de 40 mil famílias ainda não solicitaram desconto na conta de luz, no Baixo Amazonas

O desconto é dado por meio do Programa Tarifa Social e pode ser de até 65%
A região do baixo Amazonas, que compreende um total de 12 municípios, é uma das que desponta, no estado do Pará, com alto índice de famílias de baixa renda, que ainda não estão inscritas no Programa Tarifa Social, para ter descontos de até 65% na conta de luz.

Santarém, Alenquer e Oriximiná são os municípios onde há o maior número de potenciais beneficiários, com mais de 24 mil no total. Em Prainha, Óbidos e Almeirim, há quase 9 mil famílias aptas ao benefício. Juruti, Mojui dos Campos e Terra Santa, são mais de 3 mil. Já os municípios de Belterra, Faro e Curuá, esse número ultrapassa os 2.300 mil famílias.

Para se cadastrar, o cidadão pode utilizar os canais que a empresa disponibiliza para o serviço: por meio do atendimento via WhatsApp, no número (91) 3217-8200; por meio do site, o www.equatorialenergia.com.br ou por meio da central telefônica, no 0800 091 0196 ou também pode procurar uma das agências de atendimento presencial. Importante destacar que não é necessário ser o titular da conta de energia para ter direito ao benefício.

O gerente de Relacionamento com o cliente da Equatorial Pará, Arthur Oliveira, afirma que famílias com renda mensal de até três salários-mínimos, também podem ser beneficiadas, desde que tenham entre os membros da família pessoa em tratamento de saúde domiciliar que requeira uso contínuo de equipamentos hospitalares, os quais consumam energia elétrica. “Para este caso, é necessário apresentar laudo médico certificando a situação de saúde e a previsão do período de uso do aparelho. Laudo homologado por médico do Sistema Único de Saúde (SUS)”, reforça.

Blogdocarpê com informações Ascom Equatorial 

Nenhum comentário