Header Ads




Governo Federal revisará novo auxílio mensalmente para cortar quem não tiver direito

Crédito; Agência Brasil 

Inicialmente, os aprovados no novo Auxílio Emergencial terão direito a quatro parcelas, mas podem perder o benefício a qualquer momento.

A Medida Provisória que possibilitou os novos pagamentos informa que serão feitas análises mensais na lista de beneficiários e quem deixar de preencher os requisitos ao longo do período de pagamento, perderá o direito às parcelas restantes. É o caso do desempregado que conseguir um emprego com carteira assinada, por exemplo.

A MP permite que o governo use as bases de dados mais recentes dos órgãos públicos federais para verificar quem tem direito. O texto também autoriza a Caixa a compartilhar semanalmente com o governo informações sobre os pagamentos do auxílio, resguardando o sigilo bancário dos beneficiários.

Ao usar o aplicativo Caixa Tem, se aceita automaticamente os termos de uso do aplicativo, que autorizam o compartilhamento de informações para políticas públicas, como o próprio auxílio emergencial. Outra motivação para a reanálise frequente é evitar fraudes.

Com informações do UOL

Nenhum comentário