Header Ads




Ibama suspende autorização de retirada de madeira do Pará

A proibição também se aplica ao estado do Mato Grosso; os dois estados são os únicos que ainda não aderiam ao Sistema Nacional de Controle da Origem dos Produtos Florestais
Crédito: © Wilson Dias/Agência Brasil

A emissão de documentos que liberam a circulação de madeira retirada de florestas do Pará e do Mato Grosso, que hoje são os maiores fornecedore do Brasil será suspensa a partir de segunda-feira, 22. A decisão é do Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama).

Para o cumprimento da decisão, o sistema de emissão do Documento de Origem Florestal (DOF), que é necessário para que a madeira circule entre os estados, será bloqueado para receber material com origem no Pará e Mato Grosso, informou o órgão por meio de nota.

Dessa forma, a circulação das madeiras serão proibidas entre os estados do país, apenas internamente, no Pará e Mato Grosso.

A medida se deu porque os dois estados são os únicos que ainda não aderiam ao Sistema Nacional de Controle da Origem dos Produtos Florestais (Sinaor), obrigatório em maio de 2018. De acordo com o Ibama, Pará e Mato Grosso insistem em operar com um programa local, integrado ao sistema federal.

"Importante esclarecer que, ao longo dos últimos 2 anos e 10 meses, o Ibama tem buscado solucionar junto às secretarias de meio ambiente as etapas necessárias à devida integração de seus sistemas estaduais ao Sinaflor, mas até o presente momento, essa integração no PA e MT não apresentou o resultado necessário para o cumprimento da exigência legal", informou o Ibama.

Fonte: R7

Nenhum comentário