Header Ads




Picanha, Zé Gotinha e terra plana: veja falas inusitadas do discurso de Lula

Lula citou a felicidade em ver trabalhadores comprando picanha e cerveja durante seu governo (2003-2010) e acusou Bolsonaro de “mandar embora” o mascote Zé Gotinha
O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) fez pronunciamento desta quarta-feira (10), dois dias após da decisão proferida por Edson Fachin, ministro do STF (Supremo Tribunal Federal), que anulou na última quarta-feira (8) todas as decisões tomadas pela 13ª Vara de Curitiba nas ações penais contra o ex-presidente.

Durante o discurso de Lula, na sede do Sindicato dos Metalúrgicos do ABC, em São Bernardo do Campo (SP), o ex-presidente disse estar de “bom humor” e fez declarações inusitadas.

Lula citou a felicidade em ver trabalhadores comprando picanha e cerveja durante seu governo (2003-2010) e acusou Bolsonaro de “mandar embora” o mascote Zé Gotinha, utilizado pelo Ministério da Saúde para incentivar a vacinação no país.

TERRA PLANA

“O planeta Terra é redondo. Não é retangular ou quadrado. O Bolsonaro não sabe disso. É sempre importante reiterar: o planeta é redondo. Ele [Bolsonaro] tem um astronauta no governo. O Marcos Pontes sobrevoou o planeta com um foguete russo quando era presidente. Se ele não dormiu, ele viu que o planeta era redondo. Ele poderia dizer ao presidente para não acreditar no Olavo de Carvalho e assumir que o mundo é redondo.”

PICANHA & CERVEJA

“O Brasil não é do Bolsonaro e dos milicianos. É de 230 milhões de pessoas que querem trabalhar, comer e ter lazer. Vocês não sabem como eu ficava feliz quando via um trabalhador mostrar uma picanha e dizer que ia comer e tomar cerveja.”

ZÉ GOTINHA

“Nesse país, quando veio a H1N1, a gente vacinou 80 milhões de brasileiros em 3 meses. Esse país tem um sistema de saúde que sabe fazer isso. Cadê o Zé Gotinha? O Bolsonaro mandou embora porque pensou que era petista. Ele [Zé Gotinha] foi inventado por gente importante da saúde sanitária do Brasil. Não tem nada a ver com o Brasil. O Zé Gotinha é suprapartidário, humanista.”

“Acabou o Zé Gotinha. Esse país não tem governo, esse país não tem ministro da Saúde. Esse país não tem ministro da Economia. Esse país tem um fanfarrão. Tem um presidente que não sabe de nada. Fala que é por conta do Guedes, mas, enquanto isso, estamos empobrecidos.”

VÍRUS & MÍDIA

“Faz 5 anos que eu não falo com a imprensa. A última vez que eu dei uma entrevista para a televisão foi há uns 5 ou 6 anos. Eu virei uma espécie de vírus.”

JORNAL NACIONAL ÉPICO

“Fiquei feliz. Depois da divulgação de tanta mentira contra mim, acho que nós tivemos ontem [3ª feira (9.mar)] um Jornal Nacional épico. Ontem, quem assistiu televisão, não estava acreditando no que estava acontecendo. Pela 1ª vez, a verdade prevaleceu.”

MÁSCARA

“Eu estava sentado e eu estava com um pouco de dificuldade de entender todas as palavras. Possivelmente, porque estava de máscara. Em 1º lugar, espero que todos estejam de máscara e tendo cuidado. Espero também que brevemente todos vocês tenham tomado vacina. Queria falar com o médico se eu posso tirar minha máscara para falar. Vocês todos fizeram testes, então eu gostaria de tirar minha máscara para poder falar com vocês.”

SOPA DA JANJA

“Uma vez [quando estava preso na carceragem da Polícia Federal em Curitiba], a Janja [apelido de Rosângela da Silva, mulher do ex-presidente] mandou para mim uma sopa em uma garrafa térmica. Acho que a sopa continuou cozinhando na garrafa e não saía de dentro. Os caroços da lentilha cresceram e eu não conseguia tirar de dentro. Fui puxando com uma colher, dei tapa no fundo da garrafa até terminar. Já não era mais sopa, mas estava gostosa.”

Com informações via Poder360
Foto: Divulgação

Nenhum comentário