Header Ads




Programa Arborizar Santarém inicia plantio de mudas pelas pistas de lazer da Av. Anysio Chaves e bairro São Francisco em Santarém

Iniciativa visa resgatar o ambiente agradável, com conforto térmico desejável e oferta de áreas sombreadas.
Lançamento do Programa Arborizar Santarém — Foto: Ascom Semma/Divulgação

Começa oficialmente nesta quinta-feira (25) o Programa "Arborizar Santarém", uma iniciativa da prefeitura de Santarém, no oeste do Pará, com objetivo de implantar mais espaços verdes, melhorar a sensação térmica e sensibilizar a população para o plantio de árvores. As pistas de lazer da Av. Anysio Chaves e do bairro São Francisco foram escolhidas para receber as primeiras mudas.

A ação é coordenada pelas secretarias municipais de Meio Ambiente (Semma), Agricultura e Pesca (Semap) e Urbanismo e Serviços Públicos (Semurb), em parceria com a Secretaria de Estado de Meio Ambiente e Sustentabilidade (Semas), Instituto de Desenvolvimento Florestal e Biodiversidade do Estado do Pará (Ideflor-bio) e Instituto Federal do Pará (IFPA).

O lançamento do programa foi realizado na manhã de hoje no auditório do Centro de Informações Ambientais (Ciam) com a participação do prefeito Nélio Aguiar (DEM), secretários municipais João Paiva (Semma), Bruno Costa (Semap) e Jean Murilo (Semurb), vereador Alexandre Maduro e convidados.

De acordo com o secretário João Paiva, além de aumentar a cobertura vegetal no município, o programa vai produzir um inventário das áreas verdes de Santarém.

"Santarém precisa ter melhor paisagismo e propiciar melhor conforto térmico para a população. O plano é coligado a um projeto estadual de arborização, que é o arboriza Pará. A ideia primeiro é garantir conforto térmico, espaço público aprazível e que as pessoas sintam que estão em um lugar propício para estar. Nossa ideia é bosquear praças e jardins de escolar. E o desafio é fazer um inventário do que temos de verde. Temos o Parque da Cidade que é preciso revitalizar com a Semap", disse João Paiva.
Lançamento do Programa Arborizar Santarém no auditório do CIAM — Foto: Ascom Semma/Divulgação

Ainda de acordo com o secretário, as espécies escolhidas para o programa são: oiti, palmeira real (para embelezamento e paisagismo) e o ipê em diversas cores. As espécies florestais que não têm problemas com raiz foram escolhidas porque não oferecem riscos ao calçamento das praças e pistas de lazer, porque a raiz cresce para baixo.

"Santarém já perdeu boa parte da sua área verde, então é preciso recompor esse verde. EStamos num período de chuvas e o momento é propício para o plantio, mas a ideia é que nos próximos anos nós possamos ampliar essas áreas, até porque temos árvores muito antigas que precisam ser substituídas. Também precisamos atender outras áreas que não têm vegetação já há um bom tempo", destacou o secretário de Agricultura e Pesca, Bruno Costa.

O prefeito Nélio Aguiar falou sobre a necessidade do município avançar em projetos como o de arborização da cidade. "Precisamos urgentemente avançar em projetos como esse. É importante a Semma puxar a pauta, mas é preciso também que haja envolvimento da sociedade. Quando a gente vê os quintais, até que eles têm bastante árvores, mas precisamos arborizar nossas ruas. Tenho certeza que será um plano de grande transformação ambiental para nossa cidade", disse.

As próximas etapas do programa serão realizadas em áreas públicas dentro dos bairros com inventário já realizado, em um total de 10: Aldeia, Aparecida, Centro, Fátima, Jardim Santarém, Laguinho, Liberdade, Mapiri, Salé e Santa Clara.

Fonte G1 Santarém 

Nenhum comentário