Header Ads




Comissão mantém suspensão de provas de vestibular para cursos da Ufopa em Rurópolis e Novo Progresso

Decisão foi baseada na situação da pandemia na região. São 90 vagas nos cursos de graduação em Engenharia Sanitária e Ambiental e em Agronomia.
Comissão mantém suspensão de provas de vestibular para cursos da Ufopa em Rurópolis e Novo Progresso — Foto: SVM

A comissão organizadora do vestibular do programa "Forma Pará" decidiu por manter a suspensão das provas presenciais. A decisão, que é por tempo indeterminado, levou em consideração a situação da pandemia na região.

A reunião ocorreu no dia 15 de abril, mas no dia seguinte o governo do Pará atualizou o bandeiramento na região oeste do estado, onde as provas vão ser aplicadas, mas a região metropolitana de Belém permanece em vermelho.

Na região, a Universidade Federal do Oeste do Pará (Ufopa) disponibiliza 90 vagas nos cursos de graduação em Engenharia Sanitária e Ambiental e em Agronomia, de forma presencial, nos municípios de Rurópolis e Novo Progresso.

Segundo o comunicado da Fundação de Amparo e Desenvolvimento da Pesquisa (Fadesp), "será avaliado o novo cenário, assim que houver mudança no bandeiramento do enfrentamento da covid-19".

O Forma Pará foi lançado em 2019 e oferta cursos de nível superior em municípios onde não há campi de universidades públicas ou onde o curso demandado não é ofertado.

Suspensão em 2020

Previstas inicialmente para o dia 13 de dezembro de 2020, as provas do Processo Seletivo Especial do "Forma Pará" foram suspensas temporariamente pela Comissão de Acompanhamento e Avaliação da Fundação de Amparo e Desenvolvimento da Pesquisa (Fadesp), em razão das medidas de prevenção do novo coronavírus.

As decisões adotadas pela comissão são para as instituições:

Universidade Federal Rural da Amazônia (UFRA)
Instituto Federal do Pará (IFPA)
Universidade do Estado do Pará (UEPA)
Universidade Federal do Oeste do Pará (UFOPA)
Universidade Federal do Sul e Sudeste do Pará (UNIFESSPA)

Em janeiro deste ano, em nova decisão, foram remarcadas as provas para 11 de abril, que novamente foram suspensas.

A seleção conterá prova objetiva, com 35 questões de múltipla escolha, e prova de redação, de no mínimo 20 linhas e máximo 30.

As ofertas dos cursos foram disponibilizadas através do projeto Forma Pará, desenvolvido pelo governo do Estado, por meio da Secretaria de Estado de Ciência, Tecnologia e Educação Superior, Profissional e Tecnológica (Sectet) em convênio com instituições públicas de ensino superior e prefeituras ou organizações sociais.

Fonte G1 Santarém 

Nenhum comentário