Header Ads




Mais de R$ 215 milhões estão disponíveis para microcrédito urbano e rural até o final do ano

Recursos estão sendo disponibilizados pelo Banco da Amazônia (BASA) em toda a região amazônica
Crédito: Reprodução 

O Banco da Amazônia (Basa), está disponibilizando programas de financiamento para o microcomércio informal em todos os estados da Amazônia Legal, e entre eles está o Pará. Mais de R$ 215 milhões estão disponíveis até o final do ano.

O Programa de microcrédito orientado - Amazônia Florescer, fomenta a economia da região amazônica, com crédito produtivo, orientando aqueles que ainda não são formais, mas que são importantes para a economia local.

De acordo com o gerente executivo de Pessoas Físicas do BASA, Luiz Lourenço Neto, a instituição planeja aplicar R$ 200 milhões no Microcrédito Urbano e R$ 15 milhões no Microcrédito Rural em 2021.

Segundo Luiz, neste ano, o Banco já aplicou no Microcrédito um volume de R$ 34,6 milhões o que representa um crescimento de 43,4% em relação ao mesmo período de 2020. "Esperamos continuar nessa plena ascensão. Queremos fechar o ano com pelo menos 50.000 clientes atendidos”, conta.

A artesã Liliane Corrêa trabalha no distrito de Icoaraci (PA), produzindo produtos em cerâmicas, com a ajuda do marido e do enteado. Ela conta que o crédito do Banco tem ajudado a manter o seu trabalho, mesmo em meio à pandemia do novo coronavírus.

"A loja está fechada por conta dos decretos do governo estadual. O crédito está ajudando para pagar os oleiros, na compra da matéria prima e com outros custos da loja. Devido às situações do tempo, o período chuvoso tem acarretado em horas maiores para finalizar os produtos que dependem do sol”, relata.

Como conseguir o microcrédito

Para ter acesso ao programa de microcrédito, você precisa ter RG, CPF, comprovante de endereço e uma atividade econômica ativa, baixar o aplicativo Amazônia Florescer Digital e seguir as etapas do app e agendar uma visita para começar o projeto para o microfinanciamento.

Nenhum comentário