Header Ads




MPF pede ao Ministério da Saúde que envie remédios do kit intubação para Santarém, no PA

Prefeitura relatou falta de medicamentos essenciais para o tratamento de pacientes graves de Covid-19.
Hospitais estão com poucos medicamentos usados em kits intubação — Foto: NSC TV/Reprodução

O Ministério Público Federal (MPF) enviou ofício ao Ministério da Saúde nesta quarta-feira (14) solicitando apoio para assegurar o fornecimento dos remédios do chamado kit intubação para a prefeitura de Santarém, no oeste do Pará. A gestão municipal também enviou ofício ao MS informando que o conjunto de medicamentos necessários para manter o estoque nas unidades de atendimento locais não está disponível no mercado devido a grande demanda dos hospitais.

O kit intubação define um conjunto de medicamentos de analgesia, sedação, bloqueio neuromuscular, usados em pacientes que precisam passar pelo procedimento de intubação, utilizado no tratamento de pacientes graves de Covid-19 para permitir a desinflamação dos pulmões. Santarém solicita o envio de 19 diferentes fármacos para suprir os estoques municipais.

No ofício enviado ao Ministério da Saúde, o MPF ressalta a importância de assegurar os estoques uma vez que Santarém atende a população de várias cidades próximas, e destaca que a cidade é referência para encaminhamento de pacientes em diversas especialidades.

“Considerando o aumento expressivo no consumo de determinados medicamentos ficamos ainda mais preocupados, visto que o impacto da alta demanda versus a capacidade de produção da indústria farmacêutica tem gerado falta de medicamentos no mercado nacional, não só com o kit intubação, mas outros medicamentos também importantes para o funcionamento das Unidades Hospitalares”, diz o ofício assinado pelo prefeito de Santarém, Nélio Aguiar (DEM).

Fonte G1 Santarém 

Nenhum comentário