Header Ads




PLANO DE MARKETING DO POLO TAPAJÓS COMEÇA A SER DISCUTIDO


Crédito: Divulgação 

A Prefeitura de Santarém através da Secretaria Municipal de Turismo, participou na manhã da última quarta-feira (14), da I Oficina de Validação de Produto do Plano de Marketing do Polo Tapajós (região turística do baixo amazonas), ação essa, realizada pela Secretaria Estadual de Turismo do Pará.

O gestor da pasta de Turismo em Santarém, Alaércio, começou cumprimentando em nome do Secretário André Dias Cardoso todos os demais participantes da oficina e falou sobre suas observações após as explanações. O município antes da pandemia que assolou o mundo inteiro, chegou a receber cerca de 80 navios turísticos ao ano, com a chegada do novo vírus o turismo sofreu grande impacto, os navios deixaram de fazer suas rotas turísticas de viagem, no setor aéreo, também se percebeu o grande impacto além dos altos preços das passagens, as rotas ficaram mais longas e demoradas. “Todos nós sofremos nesse momento, mas o turismo sofreu muito mais, Santarém é uma cidade turística seja suas rotas por carros, navios ou aviões. Precisamos melhorar para assim, sairmos dessa grande crise” ponderou.

Dentro do Plano de Governo Municipal apresentado nas eleições, a SEMTUR possui 22 metas a serem cumpridas nesses 4 anos de governo e a secretaria já possui estratégias para a execução de todas, “já temos uma emenda parlamentar que será utilizada para a reforma e ampliação do CAT em Alter do Chão, infelizmente temos um grande gargalo lá no que diz respeito a atracação de embarcações, a minha sugestão será levada ao Prefeito Nélio para que possa ser instalado um píer para a atracação dessas embarcações que visitam a vila, gerando uma estabilidade no que diz respeito ao ordenamento fluvial”. Alaércio finalizou falando e se colocando à disposição para qualquer dúvida e ajuda na elaboração e execução do Plano.

O Secretário da SETUR, André Dias falou que o plano servirá como um guia de como deveremos posicionar a região diante do mercado e pedindo também a união dos entes federativos que são importantíssimos para transforma o turismo vivido hoje em sustentável; econômico; ambiental e social. “O aumento do fluxo do turismo depende de todos nós tanto enquanto secretarias ou enquanto população, vamos mostrar as novas facetas do turismo principalmente no momento pós pandemia que deverá chegar logo, mas não deixando de pensar e executar estratégias para esse momento que estamos atravessando”.

A Oficina teve como pauta a discussão de dois dos seis produtos do Plano: a análise e diagnóstico da situação e do mercado potencial além da definição de objetivos e estratégias para o plano. O mesmo está sendo executado através de um convênio firmado com o Ministério do Turismo.

Fernanda Rabelo- Assessora de Comunicação da Secretaria Municipal de Turismo

Nenhum comentário