Header Ads




Campanha ‘Faça bonito. Proteja nossas crianças e adolescentes!’é lançada em Santarém

Diagnóstico de abuso e exploração sexual e implantação de fluxo de escuta qualificada foram pontos destacados no lançamento
Crédito: Ascom 

A Campanha nacional ‘Faça bonito. Proteja nossas crianças e adolescentes!’ que tem como objetivo combater o abuso e a exploração sexual de crianças e adolescentes foi lançada na última segunda-feira (17).

Na ocasião foi oficialmente implantado o Fluxo de Escuta Qualificada e divulgado o Diagnóstico de Abuso e Exploração Sexual de Crianças e Adolescentes, elaborado pela Prefeitura de Santarém, por meio da Secretaria Municipal de Trabalho e Assistência Social (Semtras), e a Vigilância Socioassistencial. Os dados levantados têm ainda a parceria de trabalho com o Conselho Municipal dos Direitos da Criança e do adolescente (Comdca), Conselhos Tutelares, Centro de Referência Especializado de Atendimento Social (Creas), e o Parapaz.

Segundo o diagnóstico, em 2018, foram registrados 277 casos de abuso sexual de crianças e adolescentes; em 2019, 426; em 2020, 325 e no primeiro trimestre de 2021 foram registrados 92 casos.

De acordo com a chefe de divisão da Vigilância Socioassistencial, Rose Mara Jardim Ruiz, os dados apontam um número bem significante de casos que acontecem tanto nas zonas urbanas como nas comunidades da região de planalto e região de rios do município. “Embora o abuso e a exploração sexual contra crianças e adolescentes seja uma problemática a nível nacional, o município de Santarém tem focado suas ações no combate a este fenômeno com intuito de minimizar as demandas, visando alcançar o maior número populacional”, destacou Rose Mara.

A presidente do Comdca, Roselene Andrade, argumentou sobre a importância do documento. “O diagnóstico traz o panorama da violência do abuso sexual de crianças e adolescentes no município, É importante, pois permite pensar ações efetivas para o combate, seja no processo de prevenção, seja no processo de responsabilização”, avaliou a presidente.

A vice-presidente do Comdca, Marileuda Cunha, que fez o lançamento do Fluxo de Escuta Qualificada durante o evento, avaliou ser muito importante que toda a rede possa conhecer e seguir o passo a passo do fluxo.

“Após pesquisa fizemos todo um trabalho por meio de uma consultoria para identificar como estava funcionando esse atendimento em lei desde 2017. Conhecendo as dúvidas, foi possível viabilizar a forma em que todos possam seguir através do passo a passo para que o fluxo ocorra como deve ser, criando uma rede de proteção à criança e ao adolescente”, observou Marileuda.

“Estamos ainda vivendo em pandemia, mas continuamos em conjunto, trabalhando e divulgando essas informações com toda a rede de proteção, visando fortalecer cada vez mais esse enfrentamento ao abuso e a exploração sexual de crianças e adolescentes de nosso município”, pontuou Celsa Brito, Secretária Municipal de Trabalho e Assistência Social.

Celsa observou que além dos atendimentos às vítimas, o trabalho de prevenção realizado pela Proteção Social Básica – PSB por meio dos Cras, junto com a Proteção Social Especial - PSE, assim como do Conselho Municipal de Direito da Criança e do Adolescente – Comdca e em parceria com outros órgãos, é fundamental para orientar a população quanto ao assunto e sobre a rede de atendimento na qual podem realizar denúncias e minimizar o sofrimento de muitas crianças e adolescentes.

Confira a programação da campanha em Santarém

O "Dia D" - 18 de maio será trabalhado por meio de divulgação virtual com um vídeo com os entes envolvidos nesse enfrentamento.

Os 8 Centros de Referência de Assistência Social (Cras), do município seguem desenvolvendo várias atividades sobre a prevenção.

No dia 20, no Ciam, às 09h30, será realizado o lançamento da Campanha Nacional de Erradicação do Trabalho Infantil pela equipe das Ações Estratégicas do Programa de Erradicação do Trabalho Infantil (Aepeti).

Dia 28, das 14h00 às 17h00, haverá uma Formação de Escuta Qualificada para a rede de defesa e proteção de crianças e adolescentes sobre os processos e encaminhamentos do fluxo implementado no município.

Blogdocarpê com informações Agência Santarém 

Nenhum comentário