Header Ads




Equatorial alerta para perigos de enfeites juninos próximos às fiações elétricas

O alerta é por conta das tradicionais festas juninas que agora são adaptadas, por conta da pandemia
Crédito: Reprodução 

O mês de junho está na porta, trazendo as comemorações juninas de forma bem atípica e restrita devido a pandemia do coronavírus. O cenário, apesar de diferente, requer cuidados. Por conta disso, a Equatorial Energia Pará alerta os paraenses, principalmente em relação às ornamentações nas fachadas das casas e empresas.

Essa é uma das épocas mais esperadas pela jornalista e cerimonialista Ageise Navarro, que já está se preparando para celebrar as festas de Santo Antônio, São João e São Pedro. “Em casa, como de costume, vamos estar com a família para unir as iguarias e ouvir boas músicas dessa época. Também pelo segundo ano consecutivo vou realizar em parceria com a Dona Norminha, personagem interpretado pelo ator George Pisa, a Live das Simpatias, um momento pra lá de alegre no Instagram em que sua personagem conta 'causos', lendas e ensina boas simpatias para moças arranjarem marido”, comemora.

A opção digital é uma das saídas encontradas por muita gente, para não deixar a diversão e tradição junina acabar. E para que tudo ocorra sem incidentes, a Equatorial Pará adianta que pequenos cuidados são fundamentais, como a colocação das bandeirolas, faixas e outros adereços que estejam próximos às fiações elétricas. Toda a ornamentação deve ser produzida com materiais que não sejam condutores de eletricidade. Em hipótese alguma, essas bandeirinhas devem ser amarradas aos postes, nos fios de baixa tensão ou até mesmo na fiação elétrica dentro das residências.

O executivo da área de Segurança da Equatorial Pará, Alex Fernandes, alerta sobre os perigos e riscos com a rede elétrica e orienta a população para que mantenham distanciamento de segurança da fiação. “As pessoas não devem utilizar, de forma nenhuma, as estruturas elétricas para pendurar nenhum tipo de ornamentação. Vale lembrar que somente os profissionais da distribuidora estão capacitados para qualquer tipo de intervenção na rede”, explica.

Outras dicas que devem ser seguidas à risca são manter sempre a distância mínima de dois metros e não lançar serpentinas ou confetes na rede elétrica, sejam metálicos ou não. Além disso, fogos de artifício não devem ser soltos na direção de postes e cabos de energia, pois podem ocasionar prejuízos diretos no fornecimento de energia e trazer riscos iminentes, levando por consequência a acidentes fatais. Caso as pessoas optem em fazer fogueiras, estas não devem ser feitas próximas a fiação elétrica.

Em caso de acidentes, a empresa orienta como a população deve agir. O local, por exemplo, deve ser isolado, para que não haja aproximação de pessoas. E enquanto a energia não for desligada, não se deve retirar objetos ou pessoas que estejam em contato com fios. Nesses casos, é preciso acionar imediatamente o Corpo de Bombeiros, por meio do número 193, e a Equatorial, pelo número 0800 091 0196.

Blogdocarpê com informações Ascom  Equatorial 

Nenhum comentário