Header Ads




Trapalhada: diretor da Seap é exonerado e Central de Triagem é desativada após assassino ser solto por engano em Altamira

Ronaldo Rodrigues do Carmo só descobriu da exoneração pela manhã quando chegou para trabalhar
Crédito: Reprodução/Record TV Altamira

O ex-diretor da central de triagem da Secretaria de Administração Penitenciária de Altamira, Antônio Ronaldo Rodrigues do Carmo, foi exonerado do cargo após ser apontado como responsável pela liberação de um preso por engano no presídio da cidade.

A Seap já tinha informado que servidores seriam exonerados após o ocorrido, porém segundo Antônio, ele só descobriu a exoneração quando chegou para trabalhar, no dia seguinte.

Antônio Ronaldo nega e afirma que o erro aconteceu em Belém. Ele afirma que nenhum funcionário da Seap em Altamira tem responsabilidade direta sobre a soltura indevida do preso. “Essa irregularidade foi do setor de Belém, que fique bem claro. O setor DEC é o responsável pela pesquisa de todo processo”, disse o ex-diretor.

Após o ocorrido a Secretaria decidiu desativar a Central de Triagem que funcionava no prédio anexo à seccional de Altamira e realizou a transferência de todos os presos provisórios.

Foto: Os presos foram transferidos ainda na última quinta-feira, 19, para o Centro de Recuperação Masculino de Vitória do Xingu.

Relembre o caso

Antônio Wemerson Freitas da Silva saiu da prisão um dia após ser detido suspeito de cometer um assassinato em Altamira. O acusado teria sido solto por engano por servidores da Secretaria de Estado de Administração Penitenciária (Seap).

Fonte Roma News 

Nenhum comentário