Header Ads




Covid-19: Prefeitura inicia vacinação de aeroportuários e portuários e amplia imunização de profissionais da educação


A Prefeitura de Santarém, por meio da Secretaria Municipal de Saúde (Semsa) segue com o cronograma de vacinação contra o novo coronavírus pela cidade. A partir desta terça-feira (08), a imunização dos grupos de profissionais da educação será ampliada. Rodoviários, aeroportuários e portuários também serão contemplados nesta etapa. A faixa etária de hipertensos, diabéticos e cardiopatas passa a valer para pacientes a partir dos 40 anos. Ao todo, serão 5 pontos de vacinação funcionando das 8h às 16h.

A Igreja São Francisco de Assis é o ponto de referência para a vacinação dos seguintes profissionais: ensino superior, hidroviários, portuários, aeroportuários e rodoviários

A Escola do Parque e a sede do Sindicato dos Profissionais de Educação de Santarém (Sinprosan) são os pontos de referência para os pofissionais do ensino fundamental 2 e profissionais do ensino médio.

A sede da Prefeitura de Santarém, a Igreja São Francisco e o barracão da Igreja do Santíssimo será referência para pacientes de 40 anos ou mais que sejam hipertensos, diabéticos e cardiopatas.

Além das novas categorias incluídas, a Semsa segue a imunização de pacientes com outras comorbidades que tenham de 18 a 59 anos: Anemia Falciforme, Doença Cerebrovascular, Doenças Reumáticas Imunomediadas, Obesidade Mórbida com IMC acima de 40, Pneumopatias Crônicas Graves, Imunussuprimidos, Oncológicos, Síndrome de Down, Autismo, Transplantados, Deficiência permanente, Cirrose Hepática, Todas as Paralisias

Grávidas e Púerperas de 18 anos ou mais com indicação médica e outras categorias de profissionais da saúde que atuam na rede privada também podem se vacinar: Médicos Veterinários, Assistentes Sociais, Educadores Físicos, Biomédicos, Enfermeiros, Psicólogos, Bioquímicos, Farmacêuticos, Técnicos em Enfermagem, Terapeutas Ocupacionais, Técnicos em Análises Clínicas e Laboratoriais, Biólogos que atuam em laboratórios, Técnicos em Radiologia, Odontólogos, Técnicos em Saúde Bucal, Fisioterapeutas, Médicos da Rede Privada, Fonoaudiólogos e Nutricionistas.

É necessário apresentar alguns documentos no ato da vacinação: CPF, Cartão do SUS e Carteira de Vacinação. Profissionais da Saúde precisam da Declaração de vínculo com instituição ou empresa que atua impresso, carteira do conselho de classe.

Profissionais da educação (Infantil, Especial, Médio, Superior) precisam apresentar um comprovante impresso de vínculo com instituição o qual trabalha.

O cronograma é montado conforme o recebimento das doses. A Semsa aguarda o repasse de novas doses para prosseguir a imunização de outros grupos prioritários, de acordo com o que estabelece o Plano Nacional de Imunização (PNI).

Blogdocarpê com informações Agência Santarém 

Nenhum comentário