Header Ads




Justiça suspende processo de licitação de 'Operação Tapa-Buraco' por suspeita de irregularidades em Altamira

Operação estava prevista para iniciar agora na primeira quinzena de junho
Crédito: Divulgação/Arquivo Pessoal

O Tribunal de Justiça do Pará suspendeu a licitação de um contrato entre a Prefeitura Municipal de Altamira, no sudeste do estado, e a empresa Borrachas e Mangueiras LTDA, vencedora de pregão para “Operação Tapa-Buraco” na cidade. De acordo com o documento, houve irregularidades no processo de licitação.

A operação estava com a previsão de iniciar as ações na primeira quinzena do mês de junho. A Secretaria de Obras, Viação, Infraestrutura e Mobilidade Urbana (Seovi), aguardava apenas a chegada dos maquinários para realizar o serviço em 19 bairros da cidade.

A Construtora Lorenzoni, empresa que concorreu à licitação, entrou com uma ação de mandado de segurança contra o ato do pregoeiro que não teria seguido as formalidades do edital e das leis da licitação. Após a decisão da justiça, a empresa informou que não iria se pronunciar publicamente.

Até o presente momento a empresa Borrachas e Mangueiras LTDA e a Prefeitura de Altamira ainda não se pronunciaram sobre o ocorrido.


Nenhum comentário