Header Ads




Coronel investigada por venda de vagas perde novamente cargo de comando na PM do Pará


Crédito: Divulgação/ PMPA

Após o Comandante-Geral da Polícia Militar, Coronel Dilson Júnior, exonerar na última quarta-feira, 11, a Coronel Andréa Keyla do Comando do Policiamento Ambiental (CPA) e a transferir para o Comando do Policiamento Especializado (CPE). A militar teve a sua nomeação sem efeito divulgada nesta sexta-feira, 13, no Boletim Geral da Polícia Militar do Pará, e nem chegou a assumir o novo Batalhão.

De acordo com o boletim, a coronel trabalhar agora no Departamento Geral de Pessoal (Icoaraci), ficando na condição de auxiliar à Subseção de Controle de Cessão e Agregação de Policiais Militares, sem exercer função de comando na Polícia Militar.

MATÉRIAS RELACIONADAS:

Coronel da PM afastada pela Justiça em Santarém assume comando de Policiamento Especializado
Justiça afasta coronel e prende sargento por crimes dentro de Batalhão da PM no Pará
Militares denunciam assédio moral e venda de vagas na Polícia Ambiental do Pará


Andréa Keyla foi afastada de suas funções e está proibida de frequentar o CPA por está sendo investigada por supostos crimes dentro do Batalhão da 1ª Companhia de Policiamento Ambiental (CIPAMb), no município de Santarém.

De acordo com o Promotor da Justiça Militar, Armando Brasil ''as investigações seguem em sigilo em razão da gravidade dos fatos e medidas cautelares judiciais serão produzidas durante as investigações.'' Segundo a decisão, a Coronel Andréa Keyla, além de ter suas funções suspensas, está proibida de frequentar o CPA, pelo prazo de 120 dias.

Fonte Portal Roma News 

Nenhum comentário