Header Ads




Greve sanitária: professores decidem suspender aulas presenciais no Pará; assista


Crédito: Marcelo Seabra / Agência Pará

Em uma assembleia geral convocada pelo Sindicato dos Trabalhadores em Educação Pública do Estado do Pará (Sintepp) na manhã desta quarta-feira, 4, os professores da rede estadual decidiram suspender as aulas presenciais e pedir pela manutenção de aulas exclusivamente online. Segundo a coordenação do sindicato, o retorno só deveria acontecer após o ciclo completo de imunização contra à covid-19.

Segundo o Coordenador Geral do SINTEPP, Professor Beto Andrade, é necessário que todos os professores sejam imunizados completamente antes de retornar às salas de aula. "Um dos aspectos centrais das orientações dadas pelo governo são inexequíveis, que voltemos 100% às nossas atividades. Não teriamos tempo de preparar as aulas e seguir atividades remotas e presenciais ao mesmo tempo, não temos como fazer as duas atividades”, comentou. “O formato que foi colocado para as atividades escolares, não é um formato exequível para esse momento", finalizou.

O coordenador explicou que a partir da próxima segunda-feira, 9, as aulas retornam unicamente ao formato remoto. Até a sexta-feira, 6, dessa semana os educadores estarão nas escolas explicando a situação à comunidade escolar.

A volta as aulas presenciais no Pará começou na última segunda-feira, 2, de forma híbrida e com baixa adesão dos estudantes. A decisão de retornar, segundo o Governo do Estado, foi tomada com base na queda no número de casos da covid-19 no Pará.

Quando procurada, a Secretaria de Estado de Educação do Pará não se manifestou.

Mais informações em breve.

Nenhum comentário