Header Ads




Pará é o estado da região Norte que mais gerou empregos no primeiro semestre de 2021


De acordo com estudo realizado pelo Dieese/PA, no comparativo entre admitidos e desligados, o Setor Serviços no Estado do Pará gerou no primeiro semestre deste ano, quase 13 mil postos de trabalhos. Nos últimos 12 meses, o setor também apresentou crescimento de empregos formais. Os resultados colocam o Pará como o maior gerador de Empregos Formais no Setor Serviços em toda a Região Norte.

Com a pandemia da covid-19, o setor de serviços foi um dos mais atingidos no Estado e, de acordo com os dados divulgados, mostra que o Pará vem conseguindo retomar a dinâmica econômica do setor.

Ainda de acordo com o balanço sobre a flutuação do emprego formal no setor de serviços no estado, em junho deste ano, o estado apresentou um saldo positivo de empregos formais no comparativo entre admitidos e desligados. Foram feitas 11.827 admissões contra 9.069 desligamentos no Pará, gerando um saldo positivo de 2.218 postos de trabalhos.

Ainda de acordo com as analises do Dieese, em junho, no Setor Serviços, todos os estados da Região Norte apresentaram saldos positivos de empregos formais, com destaque para o Estado do Pará que teve geração de 2.218 postos de trabalhos, seguido do estado do Amazonas com a geração de 1.999 postos de trabalhos e Rondônia com a geração de 730 postos de trabalho. Dde acordo com as analise, no mês mesmo mês foram feitas no Setor Serviços em toda a Região Norte, 27.646 admissões contra 21.450 desligamentos, com a geração de 6.196 postos de trabalhos formais.

Admissões

O estudo mostra também que no primeiro semestre deste ano, em todo o Pará teve saldo positivo de empregos formais, no comparativo entre admitidos e desligados. Foram feitas 65.627 admissões, contra 52.638 desligamentos com a geração de 12.989 postos de trabalhos.

Segundo o Dieese, nos últimos 12 meses, o Pará apresentou saldo positivo de empregos formais. Foram feitas 119.890 admissões, contra 99.692 desligamentos, com a geração de 20.198 postos de trabalhos.

Fonte Roma News 

Nenhum comentário