Header Ads




Parceria entre Semed e Polícia Militar forma mais de 200 alunos no Proerd Santarém

 Programa busca aplicar a prevenção para combater o uso de drogas e situações de violência, tornando os estudantes agentes transformadores da sociedade
O Programa Educacional de Resistência e Combate às Drogas (Proerd) desenvolvido em Santarém pela Polícia Militar em parceria com a Prefeitura de Santarém por meio da Secretaria Municipal de Educação (Semed) formou mais uma turma de alunos de escolas públicas do ensino fundam
ental. Ao todo, 255 alunos foram certificados e agora, fazem parte da rede de enfrentamento à violência e às drogas, atuando como agentes multiplicadores da boa informação na escola, no seio familiar e entre os amigos.

Essa etapa do programa, a primeira após período crítico da pandemia, ocorreu ao longo do mês de julho em seis comunidades do planalto Curuá-Una: Murumurutuba, Cavada, Tiningu, Ipaupixuna, Murumuru e Açaizal.

“Essa prevenção primária que é força primeira da PM é importantíssima. Levar orientação para as crianças sobre o perigo que são as drogas é muito salutar e a parceria com a Prefeitura por meio da Semed vai facilitar a ampliação do Projeto e, dessa forma, a gente vai conseguir chegar a outros locais e levar orientação a outros alunos, fazendo a integração entre polícia, família e escola", disse o comandante do CPR-I, Cel. Ademar Maués.
A maioria dos alunos são da 5ª série que participaram dos dez encontros realizados ao longo do mês sob orientação dos policiais da PM Cabo Cunha, Cabo Milca e cabo Mendes, responsáveis pelo Proerd em Santarém.

Para a diretora da escola São João, no Tiningu, Márcia Andrea dos Santos, o Proerd foi muito importante, pois serviu como preparação de retorno às aulas presenciais. “Recebemos com alegria o projeto da PM e da Secretaria de Educação. Graças a Deus tivemos muitos alunos participando e foi importante como preparação de retorno às aulas presenciais e o projeto veio ensinar nossos alunos a combater esse mal que tá chegando nas comunidades mesmo distante da cidade”.
Secretária de Educação Maria José Maia participou da certificação dos alunos.

A coordenadora técnica do programa pela Semed, Mara Nicolau, explicou que a ideia dessa etapa do projeto piloto nasceu de uma conversa no início do ano entre a Secretária de Educação Maria José Maia e o comando da PM. O planalto foi escolhido pelo fato de os professores da região terem sido os primeiros a serem vacinados contra a covid-19.

“Drogas é um tema transversal e ele pode ser usado em qualquer momento dentro da sala de aula e nesse momento foi usado como o início das aulas no planalto”, disse Mara.

Ainda segundo Mara Nicolau, a próxima etapa do Proerd deverá ser realizada na zona urbana envolvendo 11 escolas.

Sobre o Proerd

O Proed trabalha com alunos do ensino fundamental de escolas da rede pública e, também, da rede privada, estratégias preventivas a partir do uso de técnicas pedagógicas inseridas nas disciplinas da grade curricular. O programa conta com a participação da Polícia Militar, estabelecimentos educacionais e a família.

O objetivo é aplicar a prevenção para combater o uso de drogas e situações de violência, fazendo com que os estudantes sejam agentes transformadores, reconhecendo os perigos e as influências diárias de situações aos quais estão expostos e, também, fazê-los instrumentos disseminadores da informação na família e em todos os ambientes que frequentam.

Portal do Carpê com informações Agência Santarém 

Nenhum comentário