Header Ads




Certificação e degustação marcam encerramento de Oficina de salgados regionais e confeitaria

A oficina foi realizada nos dias 20 e 21 de outubro e capacitou 19 usuários em situação de vulnerabilidade social
A Prefeitura de Santarém, por meio da Secretaria Municipal de Trabalho e Assistência Social (Semtras), através do Acessuas Trabalho, certificou 19 usuários em situação de vulnerabilidade social, por meio de uma Oficina de salgados regionais e confeitaria.

A certificação aconteceu na manhã desta sexta-feira (22), no Centro Universitário da Amazônia (Unama), com a participação de dezenove pessoas.
Legenda da foto: 19 pessoas participaram das oficinas.

A oficina aconteceu durante os dias 20 e 21 deste mês, das 14h as 17h30, no laboratório de gastronomia da universidade. A Unama também disponibilizou professores e alunos do curso de gastronomia, que puderam compartilhar seus conhecimentos e formar novas profissionais do ramo.

O ministrante do curso, Patrick Alberto dos Santos de Jesus, contou que a oficina foi desenvolvida de acordo com a realidade dos participantes, em maioria, donas de casa. “Utilizamos técnicas que possam ser feitas em casa, menor custo possível para que a geração de renda seja melhor. Ensinamos massas de pastel folhado, empada, quiche e pastel de forno, voltada a uma produção mais caseira, utilizando seu fogão doméstico” detalhou o gastrônomo.

Também foram parceiros da ação, a empresa Moinhos Cruzeiro do Sul que ofertou o trigo Rosa Branca para preparar as deliciosas receitas e a Secretaria Municipal de Mobilidade e Trânsito (SMT), que disponibilizou passes livre para os participantes.
Legenda da foto: Produtos feitos a partir do conhecimento adquirido.

“Essa foi mais uma forma da gente proporcionar aos usuários, dessa vez do Cras Santarenzinho, novas habilidades, novos conhecimentos, para que possa contribuir com a geração da renda familiar” observou Roberta Branco, coordenadora do Projeto.

Maria Helena da Silva Anchieta, moradora do Residencial Salvação, agradeceu a oportunidade de aprender. “Foi uma experiência muito boa, eu pretendo fazer salgados para vender e melhorar a minha renda”, contou a participante.

“Uma experiência muito boa. Estou muito feliz e vejo que foi uma grande vitória, e eu espero muitas coisas boas para daqui para frente. Tenho 4 filhos menores, sou pai e mãe deles e preciso melhorar minha renda”, contou Alacid Castro de Souza, morador do bairro Santarenzinho.

A certificação contou com a presença de Haroldo Brandão, coordenador estadual do Programa Acessuas Trabalho. “É necessário fazer além da transferência de renda. Santarém está de parabéns. É o terceiro ano consecutivo executando o programa com metas atingidas, e todos os eixos metodológicos do programa foram satisfeitos. Estamos muito felizes enquanto governo, principalmente pelos usuários finalizarem seu ciclo” avaliou Haroldo.
Legenda da foto: Haroldo Brandão, coordenador estadual do Programa Acessuas Trabalho.

A Secretária Municipal de Trabalho e Assistência Social Celsa Brito, destacou a importância de o município aderir o Acessuas.

“Santarém aderiu a esse programa que só veio ampliar as ações que desenvolvemos nos CRAS, por meio de escutas, descobrindo quais são as habilidades profissionais. A partir daí, procuramos parcerias para realizar esses cursos. O ramo de alimentação é sempre muito importante em aprender, é um consumo que a gente nunca para. E esse é o nosso objetivo, cada vez mais ampliar as oportunidades do acesso ao mundo do trabalho”, destacou a Secretária.

Portal do Carpê com informações Agência Santarém 

Nenhum comentário