Header Ads




Com baixo estoque, Agência Transfusional do HMS incentiva a doação de sangue Segundo o HMS, a queda vem acontecendo no último mês. Saiba como se tornar um doador.

Segundo o HMS, a queda vem acontecendo no último mês. Saiba como se tornar um doador.
Estoque na Agência Transfusional do HMS está baixo — Foto: Divulgação

A Agência Transfusional do Hospital Municipal de Santarém (HMS), no oeste do Pará, registrou, nesta sexta-feira (22), em estoque, apenas 13 bolsas de sangue O positivo e três do tipo A positivo. O ideal era que a unidade contasse com pelo menos 20 bolsas de O + e 10 de A +.

O nível de armazenamento de sangue na Agência Transfusional tem preocupado por estar somente com 30% de bolsas. Segundo o HMS, a queda vem acontecendo no último mês, para atender às demandas, é necessário que os doadores voluntários compareçam ao Hemopa, instituição que abastece o hospital com os hemocomponentes.

Segundo a biomédica da Agência do HMS, Ingrid Andrade, esses tipos de sangue são os mais comuns para os pacientes que precisam de transfusão no Hospital e eles estão em baixa. "Nos preocupa muito a falta de doação no Hemopa, por que além dos tipos mais comuns em falta tem os tipos raros que são O negativo e A negativo”, enfatizou.

O HMS, em média, realiza 170 transfusões por mês, número que corresponde ao atendimento à pacientes de Santarém e de mais 20 municípios da região oeste do Pará. Em setembro, a Agência fez 179 transfusões e em outubro, até o momento, 116 bolsas já foram usadas.

A Agência Transfusional do HMS abastece 153 leitos do hospital, 53 leitos do pronto socorro, além de 46 leitos da Unidade de Pronto Atendimento (UPA) 24h. Entre os setores, estão o centro cirúrgico, a Unidade de Terapia Intensiva (UTI), estabilização adulto e pediátrico e clínicas.

“A gente faz um apelo aos doadores de sangue que compareçam ao hemocentro. Se você puder doar, doe, uma bolsa de sangue pode salvar quatro vidas", finaliza a biomédica.

Orientações

Ter entre 16 e 69 anos (menores de idade devem estar acompanhados do responsável legal);
Pesar mais de 50 kg;
Estar em boas condições de saúde;
Estar bem alimentado;
Bebidas alcoólicas: evitar ingestão no dia anterior e no dia da doação;
Cigarro: é preciso evitar até duas horas após a doação;
Período menstrual: não há restrições;
Piercing e tatuagem: deve ser respeitado o prazo de um ano para realizar doações;
Se a pessoa teve contato com alguém positivado para Covid-19, deve aguardar 14 dias para realizar a doação (se não manifestar sintomas);
Quem tomou vacina anti-Covid pode doar sangue após o intervalo de dois a sete dias;
Em caso de reinfecção da doença, o doador deve aguardar 30 dias após a cura total (término dos sintomas) para nova doação;
No momento do cadastro, é obrigatório apresentar um documento de identificação oficial original e com foto (RG, CNH, passaporte ou carteira de trabalho);
Mulheres podem doar sangue de três em três meses e, homens a cada dois meses.

Onde ir

Hemopa em Santarém, na Av. Frei Vicente, bairro Aeroporto Velho — Foto: Arquivo g1

Em Santarém, o hemocentro regional fica localizado na avenida Frei Vicente, nº 696, no bairro Aeroporto Velho. A unidade recebe os doadores de segunda a sexta-feira, no horário das 7h às 13h.

De segunda-feira (25) a 28 de outubro o Hemopa receberá doações em horário especial, das 8h às 17h.

Fonte G1 Santarém 

Nenhum comentário