Header Ads




Estado e Prefeitura de Mojuí dos Campos firmam parceria para recuperação de estradas

Investimento também vai garantir serviços de manutenção de estradas para escoamento da produção agrícola.
Governo do Pará firma convênio para recuperar e manter 63 quilômetros de estradas e vicinais em Mojuí dos Cabanos — Foto: Agência Pará/Divulgação

Parceria para a recuperação e manutenção de mais de 63 quilômetros de estradas vicinais em Mojuí dos Campos, no Baixo Amazonas, foi firmada pela prefeitura local e o Governo do Pará nesta sexta-feira (30). Devem ser adquiridos 70 mil litros de óleo diesel para as máquinas que serão usadas nos serviços. O investimento é de R$ 338,8 mil.

O prefeito Marco Antônio Lima destacou a importância da parceria com o Estado para o avanço das obras no município. "De janeiro para cá, o governo estadual já fez a recuperação de asfalto em PAs e estradas vicinais. Temos mais de 1,7 mil quilômetros estrada de chão que ainda precisam de recuperação, e esses 70 mil litros de combustível vão nos ajudar nessa recuperação que vai garantir maior trafegabilidade e melhorar o escoamento da produção", avaliou.

No município para firmar a parceria com a Prefeitura, o governador Helder Barbalho (MDB), confirmou que a Escola Estadual de Ensino Fundamental e Médio Fernando Guilhon terá suas obras de reconstrução iniciadas em até 60 dias. Os trabalhos devem incluir a climatização das salas de aulas. Também foi anunciado que, com a doação de um terreno por parte da prefeitura, o governo deve construir uma nova escola estadual, com seis salas de aula.

"Estamos aqui avançando em várias agendas, em parceria com a prefeitura na melhoria das estradas vicinais, fortalecendo a vocação da produção rural em Mojuí dos Campos, e essa presença de governo nos permite avançar em outros setores - como é o caso da escola Fernando Guilhon, as tratativas sobre a conclusão do hospital municipal, avançar na pavimentação e infraestrutura de vias públicas, enfim, fazendo uma gestão sintonizada e compromissada com as necessidades da população", reforçou o governador.

Fonte G1 Santarém 

Nenhum comentário