Header Ads




Famílias do assentamento Eixo Forte são contempladas com créditos das modalidades Fomento e Fomento Mulher

Mais de R$ 341 mil serão injetados na economia de Santarém através dos créditos aprovados
Trinta e três famílias pertencentes ao Projeto de Assentamento Agroextrativista (PAE) Eixo Forte assinaram, nesta quinta-feira (30), contratos de Crédito nas modalidades Fomento e Fomento Mulher. A ação é resultado de um Acordo de Cooperação Técnica firmado entre a Prefeitura de Santarém, por meio da Secretaria Municipal de Agricultura e Pesca (Semap); Coordenadoria de Incentivo à Produção Familiar (Ciprof) e a Superintendência Regional do Incra no Oeste do Pará, que desenvolvem ações conjuntas, visando a liberação de créditos para famílias que moram em assentamentos. O objetivo principal é dinamizar a agricultura familiar por meio do aumento da produtividade agrícola de forma sustentável. A cerimônia aconteceu nas dependências da Casa de Cultura com a presença dos beneficiários e de representantes dos órgãos.
O prefeito Nélio Aguiar esteve presente no ato. Na oportunidade, explicou que o município tem buscado diversas ações de valorização ao pequeno agricultor.

“A assinatura dos contratos representa muito para os assentados beneficiados, pois possibilitará a liberação de recursos para estimular a agricultura familiar nas propriedades. Seguiremos investindo em políticas públicas voltadas para a classe, tendo em vista que a metade da alimentação que chega à mesa da população é proveniente da agricultura familiar", destacou o prefeito.

Fomento e Fomento Mulher são linhas de crédito específicas para homens e mulheres da reforma agrária. O benefício aplicado é direcionado para a implantação de projetos produtivos de promoção da segurança alimentar, estimulando a geração de trabalho e renda. Além do crédito, é prestado apoio técnico para que os assentados coloquem seus planos em prática.

Nessa primeira etapa, 33 famílias foram contempladas sendo das comunidades: Ponte Alta; Vila Nova; São Braz; Santa Maria e Fátima do Uricurituba, injetando um investimento de mais de R$ 341 mil na economia local. Entre os projetos aprovados estão hortaliças, criação de galinha caipira, agroindústrias e aquisição de bajaras com rabetas e apetrecho de pesca.

Raimunda Maria Bentes está entre as que conseguiram o crédito e fala da perspectiva do investimento.

"Nesse momento, o fomento vai ajudar não só a minha família, mas as demais comunidades beneficiadas. A gente reconhece que o poder público está tendo um papel fundamental no investimento na agricultura familiar, pois percebo que as nossas chances de melhorar e crescer com a nossa produção está tendo o incentivo necessário”, relatou.

O secretário de Agricultura e Pesca, Bruno Costa, reiterou que o município tem se empenhado em apoiar o produtor rural, prestando assistência técnica de forma participativa.

"O município continua investindo e apoiando o trabalhador rural para garantir que ele tenha condições de gerar renda, ter qualidade de vida e promover a segurança alimentar. A Semap dispõe do Ciprof, que apoia as iniciativas que visem ao desenvolvimento rural com base no fortalecimento da agricultura familiar, além de executar ações de assistência técnica, capacitação e extensão rural no município", contou.
Acordo de Cooperação Técnica (ACT)

Na ocasião, o superintendente do Incra Regional, Chiquinho da Umes contou que a ACT nº 595/2019 foi firmada em 13 de novembro de 2019 e é válida até 13 de novembro de 2022. Mas, por conta da pandemia, existe a possibilidade de prorrogação.

“A previsão inicial era 1500 créditos nos assentamentos de Santarém até o mês de maio. Infelizmente não foi possível em decorrência da pandemia. Desta forma a expectativa é a realização de 750 créditos, cerca de 4 milhões até novembro de 2022”, anunciou.

O termo de cooperação estabeleceu parcerias entre as entidades para a realização de atividades de atualização cadastral, verificação de permanência de famílias beneficiárias e realização de ações destinadas à concessão. Quem executou todo esse trabalho foram os técnicos do Ciprof.

“O Município ficou responsável por realizar o cadastramento das famílias interessadas e posterior auxílio e acompanhamento de implementação de cada projeto. Temos uma equipe que foi treinada desde os trabalhos de cadastramento, apresentando para os assentados essa oportunidade”, contou Elis Rebelo, coordenadora do Ciprof.

Estiveram presentes no ato o Prefeito de Santarém, Nélio Aguiar; secretário da Semap, Bruno Costa; coordenadora do Ciprof, Elis Rebelo; superintendente do Incra Regional, Chiquinho da Umes; vereador Júnior Tapajós; técnicos da Semap, Ciprof e Incra, além dos beneficiários contempladas.

Portal do Carpê com informações Agência Santarém 

Nenhum comentário