Header Ads




Três chapas têm candidaturas homologadas para concorrer à reitoria da Ufopa

Podem ser interpostos recursos contra a homologação das chapas, nesta terça (19) e na quarta (20).
"Edilan, Jarsen e Aldenize encabeçam as 3 chapas, homologadas pela comissão eleitoral da Ufopa. Foto montagem: BJ"

Três chapas que se inscreveram para concorrer à reitoria da Universidade Federal do Oeste do Pará (Ufopa) foram homologadas pela Comissão Eleitoral de Consulta (CEC).

A comissão eleitoral foi instituída pela Decisão do Conselho Superior Universitário (Consun) nº 37, de 7 de outubro de 2021.

Conheça abaixo, por ordem de inscrição, as chapas que concorrerão durante a consulta prévia e informal à comunidade universitária sobre a escolha de candidatos aos cargos de reitor e vice-reitor da Ufopa, para mandato de quatro anos (de abril de 2022 a abril 2026):

Chapa “Novos Sonhos”

Candidata a reitora: Aldenize Ruela Xavier (Instituto de Engenharia e Geociências — IEG)
Candidata a vice-reitora: Solange Helena Ximenes Rocha (Instituto de Ciências da Educação — Iced)

Chapa “Evolução: Ação Ufopa”

Candidato a reitor: Jarsen Luís Castro Guimarães (Instituto de Ciências da Sociedade — ICS)
Candidata a vice-reitora: Flávia Garcez da Silva (Instituto de Saúde Coletiva — Isco)

Chapa “Ufopa para Todos”

Candidato a reitor: Edilan de Sant’Ana Quaresma (Instituto de Ciências da Educação — Iced)
Candidata a vice-reitora: Carla Ramos (Instituto de Ciências da Sociedade — ICS)

De acordo com o edital nº 02/CEC/Ufopa, podem ser interpostos recursos contra a homologação das chapas, nesta terça (19) e na quarta (20), conforme modelo disponibilizado pela CEC. O resultado de eventuais recursos será divulgado no dia 21.

Processo de Escolha

O processo consiste de duas etapas principais: a primeira, com a realização no dia 26 de novembro de consulta prévia e informal junto à comunidade acadêmica para indicação de candidatos ao Conselho Universitário (Consun); e a segunda, com a composição de lista tríplice a ser encaminhada ao Ministério da Educação (MEC).

Poderão votar, docentes efetivos, substitutos e visitantes; técnicos administrativos efetivos; discentes da graduação e da pós-graduação lato e stricto sensu, desde que regularmente matriculados no período letivo vigente; e servidores legalmente afastados da instituição por motivo de licença para tratamento de saúde, licença-maternidade, licença-capacitação e para qualificação profissional.

As chapas inscritas terão um mês para fazer campanha, de 25 de outubro a 25 de novembro, quando será permitida a divulgação dos programas das chapas por meio de debates, vídeos, entrevistas, visitas às instalações de ensino, pesquisa e extensão e aos setores administrativos, respeitado o Plano de Biossegurança da Ufopa.

Como forma de prevenção ao avanço da pandemia da Covid-19 e de conservação do meio ambiente, está proibida a distribuição de material impresso, devendo todo o material de campanha ser divulgado exclusivamente de forma on-line e conter o número e o nome da chapa.

Fonte G1 Santarém 

Nenhum comentário